Just Grécia: Hydra

A ilha de Hydra, assim como as outras ilhas gregas que visitamos, também é belíssima, com praias incríveis e picos deslumbrantes. Nossa hospedagem ficava no alto do morro e proporcionava uma visão total do porto. Felizmente deixamos nossas malas em Atenas, pois subir do barco até a casa carregando malas pesadas seria uma missão árdua. Como em grande parte da ilha os carros são proibidos, burrinhos de carga são utilizados para o trabalho pesado, o que nos revoltou.

Hydra tem um porto central, com vários barcos de europeus ricos ancorados e restaurantes com mesas de frente pro mar. As ruas são estreitas, com becos que parecem labirintos. O sino da igreja dá o ar da graça de hora em hora.

A ilha tem muitos gatos, que sobem na mesa dos restaurantes e nas cadeiras vazias. Um deles invadiu a varanda da nossa casa e tivemos que fechar as janelas para impedir sua entrada. Quando ele via que acordávamos, pulava do telhado e nos esperava na varanda pro café da manhã.

Logo na primeira noite tivemos um grande susto. Ficamos completamente sem luz durante horas. Sem saber o que fazer, descemos pro porto atrás de fósforos para as velas e aproveitamos pra pedir socorro. A menina do mercado falou (em grego) com um homem (que não falava inglês) e ele subiu pra nos ajudar. Ele descobriu o problema e conseguiu ligar a luz, impedindo que tivéssemos que voltar pra Atenas e abrir mão de uma semana divina em Hydra. 

Com tudo resolvido, pudemos desfazer as malas, colocar nossos gadgets pra carregar e descer novamente, agora para fazer compras e jantar. Procuramos variar de restaurantes entre as refeições, mas ficamos fãs do Isalos Café, logo na saída de nossa escadaria, no qual chegamos inclusive a trabalhar por vários dias. A internet de nossa hospedagem não era 100%, então aproveitávamos para comer alguma coisa e beber um café fredo enquanto trabalhávamos nos laptops.

As opções eram inúmeras, desde a mais tradicional taverna grega até a pizzaria mais chulé querendo ser internacional. Algumas dicas de restaurantes:

Kai Kremmydi: o lugar é bem fofo, mas achamos o atendente um pouco antipático;

Ostria: peixe fresco, com muitas opções de frutos do mar. Restaurante simples, bem no centro. Às vezes a atendente pode ser um pouco estranha;

Kryfo Limani: taverna pequena e simples escondida no jardim dos fundos da casa. Churrasqueira com frutos do mar frescos. Os limões são pegos das árvores que ficam no meio das mesas;

Kodylenia’s Taverna: no caminho das praias, após cerca de 20 minutos caminhando desde o centro. Restaurante tradicional no qual você escolhe o peixe dentro de uma geladeira, pesa, paga e manda assar. Como não temos costume de escolher o peixe pela aparência, acabamos pagando caro;

Castello: sofisticado, na frente da praia. Como não tínhamos dinheiro ou roupa para esse ambiente, ficamos na praia sem consumir nada;

Spilia Beach Bar: nas pedras, com mesas e cadeiras viradas pro mar. Ótimo para mergulhar e nadar, com escadas que facilitam o acesso e o retorno às mesas;

Hydronetta: bar descolado para apreciar o pôr do sol. Estava lotado e quase não conseguimos ser atendidos. Tenha paciência e vá sem pressa para aproveitar a localização privilegiada.

Algumas praias mais distantes são acessíveis apenas por barco, mas nossa rotina era – com exceção do período de trabalho, claro – acordar e caminhar pra decidir em que praia ficar. O trajeto para as praias, no alto do morro, já faz a caminhada valer a pena. Hydra tem belas praias, ainda que não propriamente de areia como estamos acostumados. Há vários lugares para ao menos dar um mergulho, com escadas acopladas às rochas para sair do mar com segurança.

Opções de praias:

Vlichos: são aproximadamente 30 minutos caminhando desde a cidade. Tem várias cadeiras e guarda-sol, dos quais você pode usufruir mediante pagamento. Como as cadeiras ficam todas próximas umas das outras, é bastante complicado abrir a canga e ficar na areia sem pagar. Achamos que não valeu a pena, nem a caminhada e nem o valor;

Bisti Beach: praia mais distante, são 5 horas caminhando pelas montanhas ou 15 minutos de barco, que logicamente foi o que fizemos. O barco sai duas vezes ao dia pela manhã e retorna antes do entardecer. A praia é bem bonita, mas carece de infraestrutura. Tem cadeiras, guarda-sol e um bar com quase nada pra vender (sugerimos levar um lanche). Não tem wifi e o 3G não pega: Bisti é uma praia pra relaxar e desconectar;

Mandraki: praia a 1,5 km do lado direito do porto. Pequena, com muitas pedras, mas bonita. Tem um restaurante com cadeiras e mesas. 

A verdade é que ficávamos constantemente espantados com o grau de maravilhamento que sentíamos apenas por circular em Hydra. O clima ameno de 24, 25 graus ajudava bastante, uma vez que estávamos sempre subindo ou descendo algum morro. É até difícil destacar um ou outro ponto alto, mas montamos o que seria um dia perfeito. Vamos lá:

Tome café da manhã com vista pro mar e direito a mergulho no Spilia Beach Bar, com freddo expresso, ovos, tomates e queijo feta. Pegue um barco e vá para a praia de Bisty, com águas cristalinas, espreguiçadeiras e barracas. Rume para a Kodylenia’s Taverna e peça uma salada do pescador (Fisherman’s Salad). Depois, vá até Hydronetta para assistir ao pôr do sol e termine o dia com um jantar debaixo de árvores centenárias na Taverna Kryfo Limani.

Hydra nos encantou de verdade, mas parece ser destino de gente rica, que chega de cruzeiro ou em seus próprios barcos. Achamos tudo muito caro, do artesanato aos restaurantes. O taxi boat custava uma fortuna, completamente surreal! Conseguimos economizar comendo em casa, caminhando e indo à praia sem alugar cadeiras.

Infelizmente chegava a hora de ir embora. A tristeza era tanta que, por pouco, não perdemos a barca de nosso retorno à Atenas. Foi realmente por muito pouco. Talvez tenha sido um presságio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s