Just Dublin (Ireland)

Passamos apenas quatro dias em Dublin e, por mais que tenhamos adorado, concluímos que já estava de bom tamanho. Na verdade, tivemos sorte de pegar sol nos primeiros dias e chuva apenas no último. Dublin é conhecida por ter todas as estações no mesmo dia. Tem que se vestir como cebola, em camadas, pois a qualquer momento pode chover, fazer sol, frio ou calor.

Chegamos cedo e nosso quarto do Airbnb ainda não estava pronto. Paramos então num Starbucks, pedimos alguma coisa para beliscar e aproveitamos para trabalhar. Nossa acomodação consistia de uma suíte com TV, não muito espaçosa. Tínhamos direito a usar uma cozinha bem equipada, assim como a sala de estar. O barulho constante de uma obra no local incomodou um pouco, mas estávamos sempre na rua, o que tornou a situação tolerável. Yasmin, uma brasileira simpática e solícita, nos recebeu e deu várias dicas.

Caminhamos bastante por Dublin – nossa forma preferida de exploração -, e logo estávamos em The Temple Bar, região famosa pela boemia e descontração. Não nos restou muita alternativa a não ser pedir uma Guiness, um fish and chips e um fish pie, torta típica irlandesa com batata, tipo um escondidinho gratinado de peixe. Fomos recepcionados por uma “hostess” brasileira e não demorou muito para nos darmos conta de que os brasileiros invadiram Dublin. Eles estão por todo lugar.

Na região do Temple Bar há vários pubs, ruas de paralelepípedos, luzes e flores, além de um grande número de músicos tocando na rua, o que nos fez lembrar do filme “Apenas Uma Vez (Once)“. No parque de St. Stephen’s Green há várias estátuas homenageando personalidades, como o escritor James Joyce, e mulheres sufragistas como Constance Markievicz e Helen Chevenix, trabalhadoras e pacifistas. O parque ainda tem uma área destinada aos deficientes visuais, com plantas aromáticas etiquetadas em braile.

Gaivotas e albatrozes não se limitam a ocupar os céus, andando pelas ruas, desviando dos carros e pousando em cima deles.

Para dias de chuva, uma boa dica é aproveitar para conhecer a National Gallery.

O quarto dia chegou com chuva e uma temperatura de 12 graus, o que fez nosso retorno ao sol de Londres ser ainda mais apreciado e bem-vindo. Achamos Dublin bonitinha, mas não nos encantou a ponto de desejar morar ali.


Onde ficamos:

Quarto no Airbnb
(Se você ainda não se cadastrou, clique aqui e ganhe R$179 de desconto)

Endereço: 47 Seville Place, Dublin 1, County Dublin D01 XY44, Irlanda

Site: https://www.airbnb.com.br/rooms/20182305

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s