Uma semana na ensolarada Whitsunday

Foi gratificante sair da gélida Melbourne e chegar na ensolarada Whitsunday. Descendo a escada do avião, já fomos tirando nossos casacos. Pegamos um barco confortável ainda no pequeno aeroporto da ilha de Hamilton e chegamos ao porto de Airlie Beach, que era bastante próximo de nossa hospedagem.

Reservamos um quarto pelo AirBnB na casa de um simpático casal. Nosso anfitrião é piloto de um barco que faz passeios pelas praias da região e nos deu várias dicas locais. A casa é grande e possui vários quartos, alugados por temporada ou para quem quer ficar um longo período. O nosso era no primeiro andar, tinha uma entrada separada, uma quitinete compartilhada e uma vista linda para o mar.

Airlie Beach é o centro comercial, com hotéis, agências de turismo, bares e muitas áreas verdes perto da marina. A praia não é tão atraente, mas há uma lagoa artificial onde as crianças brincam. Nas tardes ensolaradas, os gramados ficam lotados de jovens em piqueniques, pegando sol ou simplesmente lendo.

As pessoas costumam ir até Whitsunday para conhecer a Grande Barreira de Corais, e conosco não foi diferente. Há somente uma agência que faz o tour de um dia, saindo de Airlie Beach: a Whitsunday Cruises. O passeio é imperdível e, no trajeto, ainda tivemos a sorte de presenciar quatro baleias nadando ao lado de nossa embarcação.

O mergulho, mesmo usando roupas de borracha, pode ser um desafio. Afinal, ainda que debaixo de sol, estamos no inverno australiano. Mas como ir até a Grande Barreira de Corais e não mergulhar?

Em relação ao mergulho em si, valeu pelos peixes enormes que vimos. Esperávamos corais mais coloridos, mas um dos guias nos informou que quanto mais cores mais estresse está sofrendo o coral. Por isso, era um bom sinal o tom ocre que presenciamos.

O único ponto negativo do passeio foi o buffet, fraco para um serviço que oferece helicópteros, submarinos e mergulhos com snorkel e/ou tanques de oxigênio.

Outro lugar magnífico é a praia de Whitehaven, uma das mais belas do mundo e que nos lembrou Lopes Mendes, na Ilha Grande. A praia foi considerada Number One Eco Friendly Beach no mundo pela CNN.com. Fizemos o passeio pela empresa Whitehaven Xpress, e fomos ao Parque Nacional das Ilhas de Whitsunday, cuja trilha até um mirante propiciou uma das mais lindas vistas de toda a nossa viagem.

Incluído no cardápio do tour, um típico churrasco australiano na areia da praia, em companhia de diversas espécies de pássaros (que roubam sua comida se você não tomar cuidado) e grandes lagartos.

Quando nos demos conta, já era hora de ir embora. Próxima parada: mais um pouco de frio, desta vez em Sydney.

Dica: reserve com antecedência os passeios, o transfer para o aeroporto, barcos e táxis. Se deixar para a véspera, provavelmente terá dificuldades. Escrevemos por experiência própria.



Quarto Dayle And Rachael House
Endereço: 8 Lamond Street, Airlie Beach, QLD 4802, Austrália
Preço: US$ 78 (R$ 237) a diária
Sitehttps://www.airbnb.com.br/rooms/6706072?eluid=2&euid=eedf301e-f2b8-86d0-f21c-f7a2be596a74


Cruise Whitsunday
De: Hamilton Island Airport
Para: Airlie Beach
Preço: AU$ 50 (R$ 125)
Sitehttp://www.cruisewhitsundays.com/resort_connections.aspx


Great Barrier Reef 
Empresa: Cruise Whitsunday
Preço: AU$ 230 (R$ 575)
Sitehttp://www.cruisewhitsundays.com/gbra.aspx


Whitehaven Beach
Empresa: Whitehaven Xpress
Preço: AU$ 175
Sitehttp://www.whitehavenxpress.com.au/index.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s