Luang Prabang: um ótimo lugar para relaxar

Laos é um país muito pobre e bastante remoto, cujo povo humilde e simples carrega uma simpatia indisfarçável no rosto.

Patrimônio Cultural da Humanidade, de acordo com a UNESCO, Luang Prabang é uma cidadezinha como sua gente: acanhada mas bastante agradável. As diferenças básicas que notamos entre o Laos e a Tailândia dizem respeito à sua população, aos templos e à comida de rua (e à economia, claro).

Todos os templos que visitamos em Luang Prabang cobravam entrada. Fomos em um – Phu si hill – bem no alto de uma escadaria que brindava o visitante – que conseguisse chegar lá em cima ainda vivo – com uma belíssima vista.

Diferentemente da Tailândia, não aconselhamos comer nas barraquinhas de rua. Passamos mal por uns três dias seguidos, com febre, vômitos e dor de barriga.

IMG_2003
Cuidado com as barraquinhas de frutas, são deliciosas mas perigosas

Também, ao contrário do modo de vida tailandês, não há prostituição. Se você, forasteiro, quiser levar uma local para cama, terá que casar com ela. Não aconselhamos.

Também desaconselhamos o consumo ou a compra de drogas. Há muitos policiais fingindo ser traficantes, e a pena varia entre o pagamento de 500 dólares e a morte. Caso o sujeito vá para a prisão, a família – ou amigos – tem que levar comida para o preso. Do contrário, ele morrerá de fome. O Estado é muito pobre e não gastará o pouco que tem alimentando contraventores.

Devido ao péssimo sistema público de saúde, os laocianos têm um lema: “Não fique doente”. Não se vê muita gente idosa nas ruas, e o motivo é muito simples: estão – quase – todos debaixo da terra (a estimativa de vida no Laos não chega a 57 anos).

Um passeio interessante a se fazer em Luang Prabang é ir até as cachoeiras de Kuang Si. Distantes cerca de 45 minutos do Centro Histórico, elas lembram bastante aqueles passeios à Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro. Recomendamos que você se programe e vá bem cedo. Caso contrário, você terá uma sensação semelhante a ir à Praia de Ipanema, na hora do almoço, num fim de semana de verão.

Ou seja, longe de ser agradável, disputando metros quadrados, palmo a palmo, com a mais autêntica farofa. Evite isso. Mas, se somente puder ir nessas condições, ainda assim recomendamos. Conseguimos encontrar um cantinho menos visado e passamos ótimos momentos.

Fomos até protagonistas de uma daquelas fotos em que os turistas se tornam modelos involuntários. No nosso caso, a menina foi super simpática, se apresentou com um sorriso e, na hora da pose, até abraçou este que vos escreve. Que não viu outra alternativa a não ser também abrir um largo sorriso.

Tomada de confiança, ela então pediu para que seu parceiro tirasse mais uma fotografia. Depois, como que para evitar algum mal-entendido que pudesse ser causado pelo bicho verde do ciúme, agradeceu muito gentilmente e se retirou.

No fim, não tivemos dúvidas. Assim como amamos a Tailândia, adoramos Luang Prabang!


Royal Palace
Preço: 30.000 Kip (R$ 7,50)


Wat Xieng Thong
Preço: 20.000 Kip (R$ 5,00)


Phu si hill
Preço: 20.000 Kip (R$ 5,00)


Kuang Si Wartefall
Preço: 20.000 Kip (R$ 5,00)


Tamnak Lao Restaurant
Endereço: Sakkaline Road, Luang Prabang, Laos


Dao Fa Bistro
Endereço: Sisavangvong Rd, Luang Prabang, Laos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s